População repudia candidatura de Ricardo Murad – Jorge Vieira

3 de julho de 2015

Redação: (98) 98205-4499

03/07/2015 -

Jorge Vieira -

Comente

População repudia candidatura de Ricardo Murad

ricardo-murad1Pesquisa eleitoral faltando um ano para as eleições tem o mesmo valor de uma nota de três reais, mas um dado da pesquisa contratada pela TV Guará ao Instituto Exata chamou atenção por revelar o tamanho do peso político do tresloucado Ricardo Murad (sem partido) em São Luís. Segundo a primeira sondagem, o ex-secretário de Saúde que dispensou R$ 1 bilhão de licitações desfruta apenas de 1% por cento da preferência do eleitorado da capital, um percentual vexatório para quem pretende se candidatar a prefeito em 2016.

A pesquisa, embora sem muito valor por conta do tempo que falta para iniciar as articulações para as composições das coligações, revela que a população de São Luís conhece bem o senhor Ricardo Murad e seus métodos nada republicano de tratar com dinheiro público. Na primeira vez que tentou a Prefeitura de São Luís obteve apenas 7% dos votos, mas pelo visto até os que votaram nele naquela eleição de 2004 se arrependeram.

Murad trata-se de um sujeito truculento, sem escrúpulos, atropelador e que se considera acima de tudo e de todos, inclusive da lei, pois vem cometendo ao longo de sua vida pública atos comprovados de corrupção e continua solto e desafiando as autoridades. Embora ele pouco se incomode, o fato é que a infinidade de processo que responde por improbidade administrativa poderá leva-lo à prisão muito em breve. Motivos é o que não falta.

Pelo que revelou a sondagem da Exata, Ricardo hoje é um político moribundo, nivelado com José Luís Lago e Antonio Pedrosa, figuras que tentam mandato, mas sempre são rejeitados nas urnas. Mas humilhante mesmo para o “gerentão” foi ficar abaixo de Marcos Silva e Rose Sales, o que mostra que a direção do PMDB está coberta de razão ao lhe negar a legenda e oferecer a porta da rua como serventia do partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina