1 de junho de 2015

Redação: (98) 98205-4499

01/06/2015 -

Jorge Vieira -

Comente

Política em notas

Delação premiada

A investigação em torno dos
crimes de agiotagem no Maranhão, segundo o secretário de Segurança do Estado,
Jefferson Portela, continuam a todo vapor e deve esquentar ainda mais a partir
dos próximos passos.
É que os responsáveis pela
apuração dos fatos já estão trabalhando a deleção premiada de alguns dos
envolvidos que estariam dispostos a contar tudo que sabem em troca da redução
da pena.

Comentam nos bastidores da operação que a ex-gerante do Bradesco, Raimunda Célia, estaria na lista dos que pretendem relatar como funciona o mundo da agiotagem. 


PDT X Governo              
O
deputado federal Weverton Rocha, em conversa com jornalistas na tarde de ontem,
no Palácio Henrique de La Rocque, afirmou que enquanto a presidente Dilma
quiser, o PDT continuará fazendo parte da base aliada.
O
parlamentar, no entanto, observou que o partido se reserva o direito de
continuar votando as matérias do Poder Executivo de acordo com suas convicções.

Liberou
O BNDES,
que havia suspendido os recursos do empréstimo concedido ao Maranhão por irregularidade
na prestação de contas no governo Roseana Sarney, liberou mais uma parcela de
R$ 180 milhões para o governo do Estado.
O
recurso disponibilizado, segundo adiantou o secretário Chefe da Casa Civil,
Marcelo Tavares, será aplicado em vários setores considerados prioritários.

Plano Safra
O
secretário de Agricultura, Márcio Honaiser, desembarcou nesta madrugada em Brasília
para participar, hoje, do lançamento do Plano Safra 2015.
Animado
com o plano, Honaiser acredita que o setor agrário do estado tem tudo para se
desenvolver e adianta que todas as ações da pasta serão neste sentido.

PT exterminador
O
prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira diz está seguro que o PT quebrou com
o Brasil e levou junto as prefeituras.
Segundo
o prefeito, a crise financeira que atravessa o país e os municípios é consequência
da roubalheira dos petistas.

Sobre sucessão em Imperatriz, Madeira, numa roda de jornalistas, ao ser questionado sobre o tema, fez valer sua condição de tucano e subiu no muro.
Disse
inicialmente que ainda era muito cedo para tratar sobre o tema, mas diante da
diante da insistência dos jornalistas deixou escapar: “minha preferência é
lançar um candidato que tenha meu apoio e do governador”.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina