13 de fevereiro de 2015

Redação: (98) 98205-4499

13/02/2015 -

Jorge Vieira -

Comente

PMDB e PV repreendem Ricardo Murad

A cantilena diária da filha de
Ricardo Murad, na tribuna da Assembleia, contra o governador Flávio Dino, está sendo
repreendido até mesmo pelos poucos parlamentares dispostos a fazer oposição ao
governo que está iniciando com ações firmes e desfrutando da aprovação de 77
por cento da população, conforme aferiu a última pesquisa da TV Guará.

Participei, na manhã de ontem,
de uma conversa bastante descontraída com o presidente do diretório municipal
do PMDB, deputado Roberto Costa, e publiquei, hoje, na abertura da coluna “Informe
JP” (Jornal Pequeno), o desapontamento da bancada de oposição com a atitude irresponsável
de Andrea, a filha de Murad, em cobrar solução para todos os problemas do estado de um
governo em início de mandato.

O dirigente peemdebista deixou
claro que o partido não apoia e condena a forma atabalhoada com que a filha de
Ricardo Murad tem se comportado e adiantou que no PMDB não existe espaço para a
oposição irresponsável. Segundo Costa, o correto é esperar uns seis meses para
depois criticar o que estiver errado e não sair atirando palavras ao vento.

Roberto Costa, aliado do
senador João Alberto, adverte que, por conta do posicionamento contrário as
orientações da direção estadual do PMDB, no que diz respeito ao “tiroteio”
diário na Assembleia Legislativa contra o governo, o ex-deputado Ricardo
Murad estaria isolado no partido.

“Fazer o que a deputada Andrea
está fazendo é seguir a orientação do deputado Ricardo Murad e nós peemdebistas
não estamos dispostos ser liderados por ele”, observou Roberto Costa.

A postura tresloucada da filha
do ex-secretário de Saúde tem irritado até o deputado Adriano Sarney (PV).
Ontem, diante de mais um espetáculo da filha de Murad, o neto do ex-senador
José Sarney reafirmou sua condição de oposição ao governo, mas fez a seguinte
observação: “Na minha oposição ao governo do estado não estou aqui para
criticar o estado, do que ele deixou de fazer, porque essa gestão estadual só
tem um mês de vigência”, advertiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina