“Pesquisa Mandrake” não ouviu eleitores de Imperatriz e São Luís – Jorge Vieira

11 de maio de 2018

Redação: (98) 98205-4499

11/05/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

“Pesquisa Mandrake” não ouviu eleitores de Imperatriz e São Luís

Antes mesmo de ser divulgada, uma pesquisa sobre o cenário eleitoral no Maranhão vem gerando muita polêmica. Além de números contraditórios, um dos fatos que pôs em dúvida a credibilidade da pesquisa foi a ausência de entrevistados das grandes cidades maranhenses.

Realizado pelo controverso instituto MBO Publicidade, Marketing e Pesquisa, o “estudo” deixou de ouvir, por exemplo, a opinião de pessoas de São Luís e Imperatriz, dois dos maiores colégios eleitorais do estado.

Contratada para medir a intenção de voto dos maranhenses sobre as eleições gerais 2018, a pesquisa limitou-se a entrevistar apenas eleitores de municípios pequenos.

O levantamento (que vem sendo apelidado de “Pesquisa Mandrake” pelos evidentes sinais de manipulação de dados), até chegou a ser cancelado, mas foi novamente registrado no TSE sob o número MA-00172/2018 e deve ser divulgado na próxima segunda-feira (14/05).

Para vários analistas é grande a possibilidade de que o resultado da pesquisa não corresponda à realidade e os números do duvidoso levantamento sejam usados estrategicamente de forma politiqueira.

Multiplicação dos entrevistados – Inicialmente os realizadores alegavam ter entrevistado apenas 10.993 pessoas. Em um segundo registro no site do Tribunal esse número foi miraculosamente multiplicado por dez, e a mesma pesquisa teria entrevistado mais de 100 mil eleitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina