22 de fevereiro de 2017

Redação: (98) 98205-4499

22/02/2017

Jorge Vieira

Comente

22/02/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

O vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) irá mesmo para o Governo do Estado do Maranhão. Na próxima quinta-feira (02), o parlamentar assumirá a presidência da Agência Metropolitana. A informação foi confirmada pelo próprio governador Flávio Dino em seu twitter. Quem ocupará a cadeira de Pedro Lucas na Câmara Municipal de São Luís será o suplente Joãozinho Freiras (PTB). […]

O vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) irá mesmo para o Governo do Estado do Maranhão. Na próxima quinta-feira (02), o parlamentar assumirá a presidência da Agência Metropolitana.

A informação foi confirmada pelo próprio governador Flávio Dino em seu twitter. Quem ocupará a cadeira de Pedro Lucas na Câmara Municipal de São Luís será o suplente Joãozinho Freiras (PTB).

A indicação confirma o prestígio e a confiança do governador em Pedro Lucas para conduzir o processo de metropolização da Grande Ilha. Além de Pedro Lucas, o ex-vice-governador e ex-vice-prefeito de imperatriz, Pastor Porto, será o novo Secretário de Relações Institucionais.

 

Leia Mais

22/02/2017

Jorge Vieira

Comente

22/02/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

Deputados da base do governo e diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma) se reuniram, nesta quarta-feira (22), para tratar da Medida Provisória nº 230/17, de autoria do Governo do Estado, que altera o Estatuto do Magistério. A matéria tramita na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Legislativo e deve […]

Deputados da base do governo e diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma) se reuniram, nesta quarta-feira (22), para tratar da Medida Provisória nº 230/17, de autoria do Governo do Estado, que altera o Estatuto do Magistério. A matéria tramita na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Legislativo e deve entrar na pauta de votação após o Carnaval.

Participaram da reunião os deputados Othelino Neto (PCdoB), vice-presidente da AL; Professor Marco Aurélio (PCdoB), presidente da CCJ; Rogério Cafeteira (PSB), líder da base do governo; Francisca Primo (PCdoB); Júnior Verde (PRB); Rafael Leitoa (PDT); Josimar de Maranhãozinho (PR); Bira do Pindaré (PSB); e Antônio Pereira (DEM).

A proposta prevê um reajuste de 8% sobre os vencimentos e a Gratificação por Atividade no Magistério (Gam), para quem ganha abaixo do piso, e somente sobre a Gam para as demais classes, representando ganhos entre R$ 200,00 e R$ 500,00 nas remunerações finais.

Segundo o deputado Rafael Leitoa, o encontro serviu para que a base governista ficasse a par das alterações propostas pela MP e quais ganhos devem trazer para a categoria. “Tivemos a preocupação de chamar todos da base do governo para que pudéssemos ouvir do sindicato, que é o legítimo representante da categoria, quais serão os ganhos. Percebemos que a MP já é ponto pacificado dentro do sindicato. A matéria já está tramitando na Casa e deve vir a Plenário depois do Carnaval para que seja aprovada”, ressaltou.

Já o deputado Professor Marco Aurélio destacou que a proposta enviada pelo Governo do Estado ao Legislativo corrobora com as ações que estão sendo tomadas para a valorização dos professores do Maranhão.

“O reajuste salarial é um dos pontos contemplados, mas tantas outras pautas já foram conseguidas pelo governo Flávio Dino, a exemplo da unificação e ampliação de matrículas, perícias médicas em várias regionais e tantas outras conquistas que vêm reforçando a carreira do Magistério”, completou.

O deputado Bira do Pindaré frisou que a extinção da aposentadoria especial dos professores é outro tema que merece atenção especial e que também deve ser discutido. “Para mim, isso sim é motivo de muita mobilização contra essa medida do Governo Federal e que afeta a categoria como um todo. Eu espero que possamos reunir forças para evitar que isso aconteça, pois seria praticamente um prejuízo irreversível para a categoria dos professores”, acentuou.

Júlio Pinheiro, presidente do Sinproesemma, disse que o sindicato aprovou a pauta salarial em 18 assembleias regionais, sendo que em 12 delas ficou deliberado o encaminhamento imediato da aprovação do reajuste salarial de 2017, conforme a proposta negociada com o Executivo. O percentual deve ser implantado em duas parcelas, sendo a primeira neste mês de fevereiro e a segunda em maio.

“Teremos, evidentemente, ganhos reais. É preciso dizer que todas as conquistas, que hoje representam positivamente para o Magistério estadual, se deram por conta da ação coerente do sindicato ao longo de todas as jornadas e campanhas salariais dos últimos anos. Os professores da rede pública estadual passaram a ter o segundo maior salário do Brasil e isso não se deu por acaso”, finalizou.

Leia Mais

22/02/2017

Jorge Vieira

Comente

22/02/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

O deputado federal Weverton Rocha (PDT), como pré-candidato ao Senado em 2018, tem plena consciência e sabedoria de que todos os passos serão dados por meio de um projeto político em conjunto. E todos unidos em prol de mais melhorias para o Maranhão em todas as instâncias: municipal, estadual e federal. “Sempre digo que uma candidatura majoritária não […]

Weverton Rocha é um dos nomes mais fortes na disputa pelo Senado e um dos que contam com o apoio do governador Flávio Dino

O deputado federal Weverton Rocha (PDT), como pré-candidato ao Senado em 2018, tem plena consciência e sabedoria de que todos os passos serão dados por meio de um projeto político em conjunto.

E todos unidos em prol de mais melhorias para o Maranhão em todas as instâncias: municipal, estadual e federal. “Sempre digo que uma candidatura majoritária não nasce de si mesma, é um projeto coletivo. Estou nesse projeto de renovação política do Maranhão, junto com jovens lideranças, como o governador Flavio Dino”, afirmou com exatidão durante o encontro de prefeitos e lideranças políticas, em Codó, no último domingo.

E é assim que se faz, ouvindo as lideranças políticas também de outros partidos e de todos os municípios para se construir um plano cada vez mais bem elaborado para o estado.

“Com a experiência dos que já estão na política e a vontade de fazer dos mais novos vamos fazer um pacto de diálogo é solução dos problemas do Maranhão”. Com estas palavras, Weverton mostra não somente sua força política, mas também experiência para mais um patamar no legislativo brasileiro.

Leia Mais

22/02/2017

Jorge Vieira

Comente

22/02/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

Os avanços proporcionados pelo Governador Flávio Dino mais uma vez se tornando realidade. seja na Educação com a inauguração de mais um IEMA em Coroatá. Além disto, mais uma rodovia entregue que proporcionará mais uma via de acesso entre os maranhenses, proporcionando o fluxo de transporte de insumos e de turismo. É mais uma confirmação do […]

Os avanços proporcionados pelo Governador Flávio Dino mais uma vez se tornando realidade. seja na Educação com a inauguração de mais um IEMA em Coroatá. Além disto, mais uma rodovia entregue que proporcionará mais uma via de acesso entre os maranhenses, proporcionando o fluxo de transporte de insumos e de turismo. É mais uma confirmação do futuro digno para os maranhenses.

 

 

Leia Mais

22/02/2017

Jorge Vieira

Comente

22/02/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

A decisão da 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) derrotando a tese do ministro Edson Fachin e concedendo a Sarney foro privilegiado é apenas mais um round na luta que o relator da Lava Jato e o coronel maranhoamapaense travam na Suprema Corte. Nunca é demais lembrar que Fachin foi o único membro do […]

A decisão da 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) derrotando a tese do ministro Edson Fachin e concedendo a Sarney foro privilegiado é apenas mais um round na luta que o relator da Lava Jato e o coronel maranhoamapaense travam na Suprema Corte.

Nunca é demais lembrar que Fachin foi o único membro do Judiciário brasileiro a tornar Sarney réu em processo justamente da Lava Jato, sob a acusação de atrapalhar as investigações. Um direto no morubixada. Até então, o mais longevo coronel da política brasileira jamais foi importunado pela Justiça.

Sarney deu troco. Após intensa atuação nos bastidores deu um golpe em Fachin. Com os votos dos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello conseguiu o que parecia impossível. Não fosse ele “incomum”. Mesmo sem mandato obteve o direito de ser investigado apenas pelo STF. Nem a ameaça de colocar a credibilidade do Supremo na lona evitou que a 2ª Turma do STF retirasse Sarney das mãos do juiz Sérgio Moro.

Por enquanto, o duelo está empatado, mas a luta está longe do fim. Pouco provável que o ministro Fachin perca a chance de nocautear Sarney. Caberá a ele ditar o ritmo da investigação que tem Sarney entre os acusados de serem beneficiários de milhões no esquema da Transpetro, delatado por Sérgio Machado. Fachin terá ao lado a torcida de milhões de brasileiros e embora enfrente adversário frio e perigoso poderá fazer justiça e impor a Sarney a maior e mais simbólica derrota. Que soem os gongos!

Leia Mais

21/02/2017

Jorge Vieira

Comente

21/02/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

Estadão – Por 4 votos a 1, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira, 21, que as menções ao ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado em delação premiada devem ficar na Suprema Corte, não devendo ser compartilhadas com o juiz federal Sérgio Moro. Foi a primeira […]

Estadão – Por 4 votos a 1, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira, 21, que as menções ao ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado em delação premiada devem ficar na Suprema Corte, não devendo ser compartilhadas com o juiz federal Sérgio Moro.

Foi a primeira vez que o ministro Edson Fachin foi voto vencido em processos da Lava Jato desde que assumiu a relatoria dos casos relacionados à investigação.

Em seu acordo de colaboração premiada, Machado afirmou que, durante o período em que comandou a Transpetro, foram repassados à cúpula do PMDB pouco mais de R$ 100 milhões de propina paga por empresas contratadas – do total, R$ 18,5 milhões teriam ido para Sarney, sendo R$ 2,25 milhões em doações oficiais entre 2010 e 2012 (R$ 1,25 milhão da Camargo Corrêa e R$ 1 milhão da Queiroz Galvão).

“Compartilhar informações não significa desmembrar (as investigações) ou atribuir competência”, disse Fachin, ao votar favoravelmente à troca de dados com a primeira instância.

Os ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Celso de Mello, no entanto, votaram em sentido contrário.

Para Celso de Mello, a remessa de cópias a Moro poderia permitir que o juiz federal iniciasse investigações penais sobre os mesmos fatos que já estão sendo investigados sob supervisão do STF.

“No fundo, a determinação de compartilhamento de tais subsídios informativos, com respectivo encaminhamento a um outro órgão judiciário situado no primeiro grau de jurisdição, a mim me parece que se mostra um comportamento ainda prematuro em termos de investigação criminal”, observou Celso de Mello.

Lewandowski concordou com Mello. “Nesse primeiro momento, é possível que possa haver prejuízo para as investigações o desenvolvimento de distintos inquéritos em várias instâncias. Nesse momento, nós temos vários senadores (sob investigação) e o agravante implicado (Sarney) em uma mesma delação, e é de todo conveniente pelo menos por ora que se mantenha essa questão no STF”, disse Lewandowski.

“Quanto ao compartilhamento, entendo que esse só se dá quando já houver uma ação penal aberta contra uma determinada pessoa. Compartilhamento de dados em abstrato para que algum juízo possa eventualmente encontrar algo de ilícito e assim oficiar o Ministério Público, isso a meu ver não se mostra possível”, completou Lewandowski.

O ministro Gilmar Mendes também aderiu à divergência, ao entender que o “mais adequado” seria a manutenção das investigações contra Sarney no STF, por estarem relacionadas a fatos que envolvem outros membros do PMDB, como os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Romero Jucá (PMDB-RR), ambos com foro privilegiado.

“A cisão subjetiva me parece incompatível com os rumos que os procedimentos tomaram, redundando na instauração de procedimentos paralelos”, ponderou Gilmar Mendes. “O mais adequado me parece a manutenção das investigações contra o agravante (Sarney) nessa Corte”, concluiu Mendes.

Leia Mais

21/02/2017

Jorge Vieira

(1)

21/02/2017 -

Jorge Vieira -

(1)

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior vistoriou, nesta manhã de terça-feira (21), a nova etapa das obras de ampliação do Hospital Municipal Odorico Amaral de Matos (Hospital da Criança), no bairro Alemanha. Os serviços estão na etapa de colocação de piso. Acompanhado do vice-prefeito, Julio Pinheiro e do secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, […]

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior vistoriou, nesta manhã de terça-feira (21), a nova etapa das obras de ampliação do Hospital Municipal Odorico Amaral de Matos (Hospital da Criança), no bairro Alemanha. Os serviços estão na etapa de colocação de piso. Acompanhado do vice-prefeito, Julio Pinheiro e do secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, o gestor municipal conversou com a equipe de engenheiros da empresa responsável pela obra. A construção do novo Hospital da Criança é uma parceria celebrada entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís.

“Com essa obra realizada em parceria com o governador Flávio Dino, vamos atualizar a estrutura do Hospital da Criança, que remete à década de 90. Vamos duplicar o atendimento à demanda pediátrica na capital e implantar novos serviços para modalidade, garantindo dignidade no às crianças da nossa capital e do estado do Maranhão”, destacou o prefeito Edivaldo.

O novo Hospital da Criança terá 178 leitos, ente Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermarias. A unidade terá ainda centro cirúrgico com quatro salas de grande porte, laboratório de análises clínicas, centro de diagnóticos de imagens, equipados com aparelhos de ultrassonografia e tomografia computadorizada, duas recepções, brinquedoteca e lactário, entre outros espaços.

No entendimento do vice-prefeito Julio Pinheiro, o hospital da criança que a Prefeitura e Governo do Estado constroem em parceria é muito importante para confirmar a prioridade que os dois governos têm dado à saúde da população, principalmente daqueles que mais precisam. “Para as agendas dos governos Flávio Dino e Edivaldo, a saúde tem destaque e é prioridade. A entrega deste novo hospital para a população vai contribuir para melhorar cada vez mais o atendimento, especialmente às crianças”, enfatizou.

O prefeito e o vice percorreram boa parte dos espaços em construção. No terceiro andar, os serviços de colocação de piso se iniciaram esta semana. A construção segue padrão estabelecido pelo Ministério da Saúde, de maneira a não causar transtornos ao atendimento que continua sendo feito no prédio antigo do hospital.

DEMANDA

O prédio do Hospital Municipal Odorico Amaral de Matos foi inaugurado ainda na década de 1990. “De lá para cá, tivemos um aumento exponencial da demanda. Daí a importância deste hospital que irá beneficiar de maneira significativa o atendimento às crianças de São Luís e de todo o estado”, assinalou Edivaldo. Com mais de quatro mil metros quadrados, o novo hospital se conecta com as instalações do prédio antigo do hospital que ganha um anexo, totalizando mais de 6 mil metros quadrados de área construída.

“Como estamos em fase de acabamento, que é um trabalho realizado na parte interna do hospital, o andamento do serviço não deve ser afetado pelas chuvas. Toda a parte estrutural do prédio está concluída, assim como as instalações gerais. Em breve, este importante equipamento de saúde poderá ser entregue à população de São Luís pelo governador Flávio Dino e pelo prefeito Edivaldo”, disse o secretário de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo.

Leia Mais
Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina