7 de setembro de 2011

Redação: (98) 98205-4499

07/09/2011

Jorge Vieira

Comente

07/09/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Perguntei certa vez ao presidente do PCdoB municipal, Márcio Jerry, sobre as pretensões do presidente da Embratur disputar a prefeitura de São Luís e ele respondeu que Flávio Dino nunca disse que não seria candidato.  Hoje, a coluna “Painel” publica comentário do ex-presidente Lula sobre a suposta candidatura do líder do partido no Estado.  Leia […]

Perguntei certa vez ao presidente do PCdoB municipal, Márcio Jerry, sobre as pretensões do presidente da Embratur disputar a prefeitura de São Luís e ele respondeu que Flávio Dino nunca disse que não seria candidato. 
Hoje, a coluna “Painel” publica comentário do ex-presidente Lula sobre a suposta candidatura do líder do partido no Estado.  Leia a baixo a duas notas da Folha.
Deixa comigo Em voo Brasília-SP na sexta, Lula afirmou ao presidente do PC do B, Renato Rabelo, que se empenhará pessoalmente para garantir o apoio do PT a dois candidatos do partido: Manuela D’Ávila (Porto Alegre) e Flávio Dino (São Luís).

Em troca Ao mesmo tempo, o ex-presidente continuará empenhado em convencer os comunistas do Brasil a descartar Netinho em São Paulo, expandindo o tempo de TV do candidato petista.

Leia Mais

06/09/2011

Jorge Vieira

Comente

06/09/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

 Agência Assembleia   O deputado Marcos Caldas (PRB) contestou, na manhã desta terça-feira (6), acusações formuladas em um panfleto distribuído por um adversário político na região do Baixo Parnaíba. Com um extenso discurso, proferido no horário do grande expediente, Marcos Caldas disse que está sendo vítima de diversas acusações infundadas feitas por um cidadão chamado […]

Foto Materia

 Agência Assembleia

 
O deputado Marcos Caldas (PRB) contestou, na manhã desta terça-feira (6), acusações formuladas em um panfleto distribuído por um adversário político na região do Baixo Parnaíba. Com um extenso discurso, proferido no horário do grande expediente, Marcos Caldas disse que está sendo vítima de diversas acusações infundadas feitas por um cidadão chamado Luís Regis Furtado, contra quem há diversos processos na Justiça.
 
“Este sujeito responde por vários crimes, e já foi alvo de inquéritos abertos inclusive na Polícia Federal”, afirmou Marcos Caldas, exibindo um documento que comprova que Luis Regis Furtado foi sumariamente demitido da antiga Cobal por improbidade administrativa.
 
Municiado com uma série de documentos, o deputado Marcos Caldas contestou todas as acusações feitas pelo adversário: “Não sou eu que estou dizendo, eu estou trazendo é documento, para provar que o senhor Luis Régis Furtado, irmão do senhor Marcos Caldas Furtado, adversário do meu grupo político no município de Brejo, está simplesmente querendo me desqualificar, porque as eleições estão se aproximando e o desespero está batendo à porta deles”.
 
Para comprovar sua idoneidade, diante das acusações que vêm sendo feitas pelo grupo adversário, Marcos Caldas apresentou na tribuna certidões de antecedentes criminais negativas em seu favor emitidas por órgãos como a Polícia Federal, Poder Judiciário Estadual, Justiça Eleitoral e Justiça Federal.
 
O deputado fez questão também de descrever na tribuna toda a sua trajetória profissional, iniciada como vendedor de livros, até se tornar um empresário bem sucedido e depois conseguir se eleger parlamentar para defender o povo na Assembleia Legislativa do Maranhão.
 
“Sempre trabalhei, dia e noite, nunca dependi de esposa para arrumar emprego, como ele dependeu, e nunca dependi de sobrinho para empregar ele no Estado como hoje. Se ele tem um cargo no Estado foi porque seu sobrinho conseguiu com sua ex-sogra e o deputado Carlos Filho, que é seu sobrinho. Agora, ele não vai me calar, porque as denúncias que fiz aqui todas têm fundamento. E eu não vou me intimidar”, ressaltou Marcos Caldas.
 
Ele informou que já ingressou na Justiça contra o seu detrator, inclusive com uma queixa-crime, para que ele seja interpelado judicialmente.
 
“Sou uma pessoa pública”, acrescentou Marcos Caldas, “devo satisfação à sociedade e a esta Casa, não posso aceitar que um bandido desqualificado como esse levante infâmias contra mim, um sujeito desse que já foi preso pela Polícia Federal, e que só não ficou preso o resto da vida porque a Justiça é muito lenta e o crime prescreveu”.
 
SOLIDARIEDADE
 
Ao conceder apartes, Marcos Caldas ganhou palavras de solidariedade proferidas pelos deputados Stênio Rezende (PMDB) e Edilázio Júnior (PV).  
 
“O deputado Marcos Caldas é um parlamentar ficha limpa. É um homem de postura equilibrada cujo passado não tem máculas não só na vida pública, mas também na vida particular e sempre se pautou dentro do trabalho e da correção”, declarou Stênio Rezende.
 
Com estas palavras, Edilázio Júnior também se solidarizou ao deputado do PRB: “Conheço Marcos Caldas há bastante tempo e sei que ele está onde está hoje por mérito, por trabalho, por idoneidade. E quem conhece Marcos Caldas em São Luís e na região do Baixo Parnaíba, sabe que desde bem novo ele sempre trabalhou e esta Casa não pode aceitar esse tipo de calúnia, de difamação a um colega, atacado com denúncias vazias e sem provas”.
 
Ao encerrar seu discurso, Marcos Caldas foi enfático ao afirmar que em toda a sua vida nunca deu cheque sem fundos. “O cidadão que tiver um cheque sem fundos do Marcos Caldas, pode vir aqui que eu pago 10 vezes o valor. Porque eu não sou irresponsável, sempre fui trabalhador. Eu perdi meu pai cedo, mas minha mãe me ensinou a ser um homem sério, e não é um cidadão desses que saiu foragido do Pará para vir para o Maranhão, para chegar aqui querer acusar pessoas sem provas, achando que vai me amedrontar e me calar”, declarou Marcos Caldas.
Leia Mais

06/09/2011

Jorge Vieira

Comente

06/09/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

O líder da bancada do governo, Stênio Resende, desistiu de disputar a prefeitura de Balsas em favor do ex-prefeito Francisco Martins, atendendo apelo do seu grupo político que deseja sua  permaneça na Assembleia Legislativa para que continue defendendo os interesses do município e da região Sul do Maranhão. Stênio compareceu hoje ao plenário da Assembleia […]

O líder da bancada do governo, Stênio Resende, desistiu de disputar a prefeitura de Balsas em favor do ex-prefeito Francisco Martins, atendendo apelo do seu grupo político que deseja sua  permaneça na Assembleia Legislativa para que continue defendendo os interesses do município e da região Sul do Maranhão.
Stênio compareceu hoje ao plenário da Assembleia acompanhado de Chico Martins e anunciou aos jornalistas que cobrem o Poder a decisão de se afastar da disputa para apoiar a candidatura do sogro.
“Nosso grupo decidiu ser importante para Balsas ter um representante no Poder Legislativo, eu entendi e entreguei a missão de disputar a prefeitura a Chico Martins, um nome que reúne todas as qualidades de um bom candidato e tem transito livre no governo”, justificou Stênio.
Pleno funcionamento
O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Júnior Marreca, externou ao blog sua preocupação com o funcionamento das unidades de saúde que estão sendo inauguradas pelo governo.
Segundo o presidente da Famem, mais importante que inaugurar é manter as unidades em funcionamento. Ele adiantou, no entanto, que há um compromisso do governo com as prefeituras para que os hospitais atendam as demandas.
Fufuca matém PSDB no muro  

O deputado André Fufuca, segundo fontes do PSDB, tem sido o motivo da indecisão do partido em relação ao governo do Estado.

Os tucanos não desejam pedir para o parlamentar procurar uma sigla que dê sustentação ao governo, mas esperam que ele tome a iniciativa.
Como Fufuca não dar o menor sinal de que deseje trocar de legenda, os tucanos, segundo as mesmas fontes, vão permanecer em cima do muro. 

Fufuca também tem sido alvo de muita reclamação na juventude do PSDB. A grande maioria dos militantes não engole o fato dele ter caído de páraquedas na direção da entidade, sem nem ter tido militânciam partidária. 

Vai jorrar asfalto 
O prefeito João Castelo deve assinar nas próximas horas dois contratos que vão deixar a cidade livre dos estragos provocados pela ação rigorosa do último inverno.
O primeiro contrato, no valor de R$ 90 milhões, será destinado á colocação de asfalto em ruas onde não existe saneamento. Já o segundo, de R$ 50 milhões,  servirá para fazer recapeamento asfáltico onde já existe.
Leia Mais

06/09/2011

Jorge Vieira

Comente

06/09/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

O prefreito Márcio Rodrigues ao lado do pai e ex-deputado Oséas Após receber o município de Santa Luzia do Tide em completo estado de abandono e com a máquina administrativa totalmente emperrada, sem a menor condição de oferecer serviços à comunidade, o jovem prefeito Márcio Rodrigues (PDT), filho do ex-deputado Oséas Rodrigues (PMDB), conseguiu com […]

O prefreito Márcio Rodrigues ao lado do pai e ex-deputado Oséas

Após receber o município de Santa Luzia do Tide em completo estado de abandono e com a máquina administrativa totalmente emperrada, sem a menor condição de oferecer serviços à comunidade, o jovem prefeito Márcio Rodrigues (PDT), filho do ex-deputado Oséas Rodrigues (PMDB), conseguiu com muita dedicação reorganizar a prefeitura e imprimir um ritmo de trabalho digno de aplausos da população.

O nível de satisfação com a atual gestão acaba de ser aferido pelo IOP – Instituto de Pesquisa de Opinião Pública LTDA – que foi às ruas ouvir a população no final de maio e constatou que 84,62% aprovam a administração Márcio Rodrigues, enquanto apenas 15,38% desaprovam, o que mostra o alto índice de satisfação com o novo modelo administrativo implantado no município.
O esforço realizado para reorganização Santa Luzia e fazer com que a administração pública voltasse a funcionar para atender as necessidades da população, está sendo recompensado com o reconhecimento dos luzienses revelado na mesma pesquisa do IOP.
“Se a eleição do ano que vem fosse hoje, em qual desses nomes o (a) Sr (a) votaria para prefeito de Santa Luzia?”, perguntou o Instituto. 49,79% responderam Márcio Rodrigues, 15,34% Ricardo Braide, 11,97% Vera, João Bonfim 11,55%, Coen 4,41%, nenhum deles 5,67%, não sabe ou não responderam 1,26%.
Já na resposta espontânea, aquela em que o entrevistador pergunta em quem o eleitor votará sem apresentar relação dos candidatos, os resultados foram também bastante satisfatórios para o jovem administrador.
“Se a eleição do ano que vem fosse hoje, em quem o (a) Sr (a) votaria para prefeito?”, perguntou o IOP.  22,90% responderam que votarão em Márcio Rodrigues, 3,99% João Bonfim, 3,78% Vera, 1,26% Ricardo Braide, 1,26% Coen, 1,05 Joana, 0,84% Zemar, 0,21% Benil e Ozéias 0,21%.
O resultado da primeira aferição sobre os trabalhos que resgataram a funcionabilidade da administração pública foi recebido com satisfação pelo prefeito. “É o resultado de um trabalho que vem se desenvolvendo desde o dia em que recebi o município completamente dilapidado. Encaramos o desafio e estamos conseguindo vencer todas as dificuldades”, comemora Márcio Rodrigues.
Em pouco mais de um ano a frente da administração, o prefeito conseguiu transformar Santa Luzia num canteiro de obras. Hoje o município possui a maior quilometragem de estradas vicinais totalmente recuperadas e mais de 200 pontes destruídas estão sendo reformadas. 

Pela primeira vez a prefeitura adquiriu uma patrulha de máquinas rodoviárias e está executando as obras.

O setor de Educação, que estava em completo estado de abandono, com 96 escolas funcionando precariamente e precisando de reformas, a prefeitura entrou com determinação e está providenciando a reforma e ampliação de várias delas.
O Hospital Municipal encontrado em condições insalubre está totalmente reformado e equipado com os aparelhos mais modernos que existem no mercado, as ruas do centro da cidade, que haviam se transformado em crateras, foram recuperadas e receberam 19 quilômetros de asfalto, até o povoado Brejo dos Caboclos foi beneficiado.
Márcio atacou todos os setores onde não havia presença do poder público. Desta forma  construiu 500 casas populares com o apoio governo federal e outras mil residências  já estão prometidas pela Caixa Econômica Federal. E para garantir a segurança da população o prefeito conseguiu junto ao governo do Estado quatro viaturas novas para as Polícias Civil e Militar.
O resultado de tudo que foi feito em benefício do município de Santa Luzia rende hoje ao prefeito Márcio Rodrigues os altos índices de popularidade de sua administração, constatada pela pesquisa de opinião pública realizada pelo IOP.               
Leia Mais

06/09/2011

Jorge Vieira

Comente

06/09/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Os dirigentes do PPS local receberam com naturalidade a decisão do Congresso Nacional do PT vetar aliança com partidos que fazem oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff. O 4º Congresso petista, concluído domingo passado, em Brasília, aprovou resolução vetando coligações eleitorais com PSDB, DEM e PPS, as três legenda que fazem oposição e estão […]

Os dirigentes do PPS local receberam com naturalidade a decisão do Congresso Nacional do PT vetar aliança com partidos que fazem oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff.
O 4º Congresso petista, concluído domingo passado, em Brasília, aprovou resolução vetando coligações eleitorais com PSDB, DEM e PPS, as três legenda que fazem oposição e estão articuladas para as eleições presidenciais de 2014.  
Conversei agora a pouco com a ex-candidata a vice na chapa de Flávio Dino, Misotis Lúcio, e ela disse que não viu nada de anormal o partido do governo vertar aliança com as siglas que fazem oposição ao governo.
Leia Mais

05/09/2011

Jorge Vieira

Comente

05/09/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

O deputado Edilázio Júnior revelou esta tarde, na tribuna da Assembleia Legislativa, que o Partido Verde formulou convite ao ex-prefeito Tadeu Palácio, atualmente sem partido, para que ele represente a legenda na sucessão municipal e está aguardando resposta para depois do feriado da Semana da Pátria. Segundo Edilázio, existe uma determinação da executiva nacional para […]

O deputado Edilázio Júnior revelou esta tarde, na tribuna da Assembleia Legislativa, que o Partido Verde formulou convite ao ex-prefeito Tadeu Palácio, atualmente sem partido, para que ele represente a legenda na sucessão municipal e está aguardando resposta para depois do feriado da Semana da Pátria.
Segundo Edilázio, existe uma determinação da executiva nacional para que o PV participe da sucessão em São Luís e Imperatriz com candidatos próprios. Ele adiantou que o partido apóia incondicionalmente o governo Roseana Sarney, mas se considera independente para resolver questões de ordem interna, como a eleição para prefeito de São Luís.
O parlamentar, que já havia lançado sua pré-candidatura antes mesmo do secretário de Infraestrutura,  Max Barros, ser oficializado como candidato da governadora, abriu mão de concorrer em favor de Tadeu Palácio, mas caso o convite não seja aceito, Edilázio adianta que PV  poderá fazer parte da aliança governista ou apoiar outro candidato.       
Ele adiantou que no final de setembro haverá um grande encontro em São Luís, com a presença do presidente nacional do partido, para definir sobre a participação da sigla na eleição municipal de 2012.
Leia Mais

05/09/2011

Jorge Vieira

Comente

05/09/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Governadora Roseana defende novo imposto para Saúde A governadora Roseana Sarney está entre os governadores que defendem maior aporte de recursos para a Saúde e apóiam a proposta defendida pela presidente Dilma Rousseff de reeditar a CPMF, mascarada de um novo imposto.    Roseana, a exemplo de outros 11 governadores, assina uma carta de apoio […]

Governadora Roseana defende novo imposto para Saúde
A governadora Roseana Sarney está entre os governadores que defendem maior aporte de recursos para a Saúde e apóiam a proposta defendida pela presidente Dilma Rousseff de reeditar a CPMF, mascarada de um novo imposto.   
Roseana, a exemplo de outros 11 governadores, assina uma carta de apoio ao novo imposto, afim cobrir gastos do setor de saúde pública do país, segundo revela a Folha de São Paulo em sua edição de hoje.
A carta, à qual a Folha teve acesso, tinha até ontem 12 assinaturas -dos governadores de PB, MA, AL, BA, RN, CE, DF, PI, SE, PE, AC e RS. Outros sete já haviam se comprometido a assiná-la.
 
Na última semana, com a pressão crescente no Congresso para votar a regulamentação da emenda 29, o Planalto cobrou dos Estados uma posição. Segundo um ministro, os governadores estavam de “braços cruzados” nessa discussão.
Até o dia 28, data que foi marcada a votação da emenda 29 na Câmara, os governadores irão se reunir com os presidentes da Câmara, Marco Maia (PT), e o do Senado, José Sarney (PMDB), revela o matutino paulista.
 
Como dão como certa a aprovação, na Câmara, da proposta, preparam-se para, com o Planalto, trabalhar para modificar o texto no Senado, de forma que se inclua a fonte de recursos.
Leia Mais
Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina