Operação da PF prende fraudador que ganha R$ 2 mil e comprou apartamento de R$ 2 milhões – Jorge Vieira

29 de setembro de 2011

Redação: (98) 98205-4499

29/09/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Operação da PF prende fraudador que ganha R$ 2 mil e comprou apartamento de R$ 2 milhões

A Superintendência da Polícia Federal informou agora a pouco que os fraudadores do INSS deram um prejuízo de aproximadamente R$ 16 milhões à Previdência Social, no Maranhão.
A Força Tarefa da Polícia Federal cumpre desde as primeiras da manhã de hoje 14 mandados de prisão e outros 18 de busca e apreensão nos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Icatú.
Várias prisões já foram efetuadas e os agentes federais fecham o cerco contra aqueles que conseguiram escapar. Muitos dos acusados foram presos portando grandes somas de dinheiro sem origem.
Os agentes federais prenderam um suspeito de fraudar aposentadorias que ganha R$ 2 mil de salário, mas comprou um apartamento na orla de quase R$ 2 milhões. Na residência do acusado, a polícia encontrou mais de R$ 200 mil em espécie.
Foram recolhidos à carceragem da PF o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Icatú, o presidente do Sindicato dos Pescadores de São José de Ribamar e vários outros acusados de fraudarem o INSS.
 A “Operação Duas Caras”, que cumpre os mandados de prisão e apreensão de documentos, conta com 93 policiais federais e 15 técnicos do Ministério da Previdência Social e do Ministério Público Federal (MPF).
Muitos documentos falsos, com modificação de dados pessoais de beneficiários, para obtenção de benefícios fraudulentos no INSS, foram encontrados durante a operação e servirão de provas contra os fraudadores. Os nomes dos suspeitos presos ainda serão divulgados pela PF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina