27 de outubro de 2017

Redação: (98) 98205-4499

27/10/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

Oligarca decaído, Sarney vê no rejeitado Temer a última esperança de voltar o poder no MA

A julgar pela reação do povo brasileiro quando soube da notícia da internação do presidente Michel Temer momentos antes de iniciar a votação na Câmara dos Deputados que impediu o STF – Supremo Tribunal Federal – levar adiante a investigação contra ele, o grupo Sarney literalmente encontra-se no “mato sem cachorro”.

Considerado o maior conselheiro do atual presidente, o ex-senador José Sarney vê em Temer a última esperança para tentar voltar ao poder no Maranhão, mas a julgar pelas mensagens que circularam pelas redes sociais, tão logo o plantão da Rede Globo anunciou a internação, Temer se tornou um político mandacaru, aquele que não dá encosto nem sobra.

O blog do jornalista Cunha Santos, por exemplo, recebeu uma série de comentários momentos após postar a informação da internação e quase todas desejando a morte do presidente ou pedindo que o capeta o levasse para o inferno, já que o Congresso insiste em mantê-lo no comando da Nação, ainda que exalando o cheiro insuportável corrupção.

O desespero do ex-presidente Sarney vendo seu império acabar de afundar é tanto, que, sem ter onde se agarrar, foi obrigado a apelar para o político mais rejeitado do país na esperança de atrapalhar os interesses do Maranhão e ofuscar a imagem do governador Flávio Dino, líder disparado nas pesquisas para renovar o mandato e sepultar de vez a oligarquia.

O presidente, de quem Sarney é apontado como principal Conselheiro, mesmo sendo a última esperança, rejeitado e odiado pela população brasileira e principalmente do Maranhão, na realidade vai ajudar a colocar a ultima pá de cal na cova da oligarquia.

Na ânsia de tentar salvar o que resta do seu grupo, Sarney está se agarrando até com mandacaru. A última pesquisa sobre o Governo Temer revelou que 93% da população rejeita. No Maranhão, onde Dilma praticamente foi aclamada, o estrago parece ter sido ainda pior, pois os políticos que votaram contra a investigação estão enfrentado problemas quando aparacem em público, normalmente são vaiados. Agora já imaginou um palanque com Michel Temer de patrono?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina