25 de outubro de 2011

Redação: (98) 98205-4499

25/10/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

O PDT do Maranhão na visão do presidente Igor Lago

PDT presente! Jackson Lago presente!

No dia 06 de junho assumimos a presidência da Comissão Provisória do Partido Democrático Trabalhista do Maranhão, em substituição àquele que foi um dos seus fundadores e um dos maiores líderes políticos de tradição democrática e popular de nosso estado. Não é tarefa fácil e, com toda a humildade, tenho procurado exercê-la seguindo o caminho trilhado por ele durante a vida inteira, ou seja, o da correção e respeito a todo (a)s o (a)s companheiro (a)s de partido e de luta, assim como o do cultivo das boas práticas partidárias. Procurei, antes de assumir, os fundadores de nosso partido; visitei, conversei e aconselhei-me com os mesmos, dentre eles, Neiva Moreira, João Francisco, Reginaldo e Maria Lúcia Telles, Pedro Lago, Alaíde, Terezinha, Léo Costa, Sandra Torres, Eduardo Telles, Josemar Pinheiro e muitos outros. Comparti, na sede do partido e nas viagens ao interior do estado, de interessantes conversas e discussões a respeito de nosso PDT e de nosso Maranhão com valoroso(a)s companheiro(a)s.
A Comissão Provisória Estadual, de forma colegiada, dedicou-se a reorganizar o partido, após o que considero o seu (nosso) momento mais difícil, isto é, a cassação fatídica de 16 de abril de 2009, a campanha eleitoral injusta e o seu resultado adverso, o afastamento para tratamento de saúde e, por fim, o falecimento de seu (nosso) principal líder.

Acredito que a comoção de sua morte nos impõe uma responsabilidade ainda maior: a de reorganizar um partido de oposição no Maranhão com toda a sua experiência, acumulada ao longo de décadas, com uma visão de futuro. O PDT, com toda a sua história e experiência política, precisa ter a suficiente capacidade de discernimento ante os desafios do presente e do futuro.

Fizemos 15 reuniões, algumas até altas horas da madrugada, nas quais discutimos a organização do partido nos municípios. Estas, acredito, foram de grande aprendizado para todos nós, pois nos deram a oportunidade de conhecer de perto muitas realidades de nosso partido e dos nosso(a)s querido(a)s companheiro(a)s. Pude aprender muito com todos, especialmente aqueles líderes que o nosso partido deve ter todo o orgulho de tê-los em suas fileiras, tanto na Comissão Provisória Estadual como nas Comissões Provisórias Municipais e Diretórios Municipais. De forma semelhante, também aprendi com aqueles que não fazem parte das mesmas, mas que tem toda uma vida dedicada ao partido e ao nosso sofrido Maranhão. O PDT tem um imenso orgulho de todo(a)s!

Das discussões acaloradas, do embate natural no exercício da política e as características inerentes a cada um de nós, pudemos chegar a um resultado que considero muito significativo: o de formar o partido em 211 dos 217 municípios de nosso estado! Acho que é um feito e tanto, verdadeiro motivo de orgulho para todos nós pedetistas que buscamos um Maranhão melhor, mais digno e mais justo.  Para um partido popular e democrático erigir-se das inúmeras adversidades, e sem a presença física de seu principal líder, não podemos desprezar a nossa obra.

Durante esses 140 dias, tivemos a felicidade de filiar valoroso(a)s cidadão(ã)s em todo o estado, vereadores, candidato(a)s a vereador, vice-prefeito e prefeito, em nome dos quais gostaria de mencionar o Ministro Edson Vidigal – grande maranhense de Caxias e bravo companheiro das lutas recentes de libertação de nosso estado, ao lado de nosso eterno guerreiro Jackson Lago. O nosso partido é feito pela vontade de nosso(a)s companheiro(a)s de querer mudar o Maranhão que sofre de tudo e, principalmente, da presença do Estado em seu território. Esse é o maior sofrimento de nosso povo! Basta freqüentar as periferias. ou sairmos de nossas principais cidades, para constatar o abandono de nossa gente. A impressão que temos, num primeiro momento, é a de que houve uma guerra. Mas, sabemos que não aconteceu nenhuma guerra, a não ser a que as nossas irresponsáveis elites fizeram contra o nosso próprio povo ao longo desses anos todos. A guerra contra a saúde pública, contra a educação pública, contra a distribuição da terra e os seus benefícios para o desenvolvimento, contra toda infra-estrutura que comunica e interliga os povoados, as vilas, as comunidades e as cidades, enfim, contra o funcionamento normal de nossas instituições. O nosso povo ainda não conquistou a liberdade e dignidade de ter bons serviços públicos de educação e saúde, de moradia com adequados serviços de água e esgoto, de terra e apoio técnico para o trabalho na mesma. Mas, em nome de nosso partido, gostaria de afirmar que o PDT estará onde sempre esteve, isto é, ao lado de nosso povo na conquista de liberdade, democracia e justiça social.
Como diz o verso de nosso maior poeta:
“Não chores, meu filho;
Não chores, que a vida é luta renhida:
Viver é lutar.A vida é combate,
Que os fracos abate, Que os fortes, os bravos,
Só pode exaltar.”
São Luis, 24 de outubro de 2011.
Igor Matos Lago
Presidente da Comissão Provisória do PDT – Maranhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina