6 de agosto de 2011

Redação: (98) 98205-4499

06/08/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Roseana e João Castelo mostram que são polítiqueiros a serviço do atraso

Postei aqui mês passado que João Castelo (PSDB) e Roseana Sarney (PMDB) prejudicam a população de São Luís por conta da guerra de vaidades. Como um não permite que o outro trabalhe, a população sofre com as consequencias desta picuinha política insana que só prejudica a cidade.  
Desde o início da administração João Castelo, a prefeitura tenta encontrar um terreno para construir um hospital de emergência, mas toda área que escolhe sempre aparece alguém a mando de Roseana para questionar na Justiça e embargar a obra.
A prefeitura também não consegue emplacar o prolongamento da Litorânea porque sempre existe algum promotor ligado à família Sarney para impedir que a cidade, a exemplo de todas as capitais litorâneas, tenha sua orla urbanizada. O pior é que impedem o desenvolvimento da cidade apenas porque quem está na prefeitura não reza na cartilha do grupo da governadora, uma verdadeira palhaçada.  
Mais recentemente, a prefeitura elaborou um projeto para desafogar o trânsito da cidade, chamado “Corredor de Transportes”, mas o senador José Sarney não permite que o BNDES libere o financiamento para a execução do empreendimento estruturante.
Em retaliação aos movimentos do grupo Sarney para impedir que a prefeitura mostre serviço e o prefeito ganhe fôlego na sucessão de 2012, João Castelo passou a negar alvarás para execução de obras do Estado no município.
Não concedeu, por exemplo, alvará para a construção de uma ponte de sobre o Rio Pimenta, próximo ao retorno da Fialho, para permitir ligação direta com a Avenida Litorânea e agora impõe todo o tipo de dificuldade para liberar a “Via Expressa”, como se a cidade pudesse se dar ao luxo de esperar que ele consiga dinheiro para viabilizar o seu “Corredor de Transportes”.
São Luís não merece governantes sem escrúpulos e sem espírito público, que se lixam para as dificuldades da população por conta de birra. Roseana e João Castelo são dois políticos ultrapassados que ainda fazem política com o fígado e estão nos cargos apenas para aumentar seus patrimônios.
Para eles, a cidade não tem a mínima importância, o que importa são suas vaidades preservadas. Nasceram no mesmo grupo político, são irmãos siameses e vão continuar tentando atrapalhar um ao outro. Tristes figuras a serviço do atraso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina