9 de agosto de 2011

Redação: (98) 98205-4499

09/08/2011 -

Jorge Vieira -

0

Marcos Caldas diz que Saúde do Maranhão é caso de polícia

A saúde pública do Maranhão foi apresentada ao país recentemente pela revista “Istó É” como o paraíso da imoralidade, onde impera a fraude nos processos de licitação. Com base nas denúncias foi formada uma comissão de deputados da oposição que está vistoriando as obras. 

Na sessão desta manhã, o deputado Roberto Costa (PMDB) subiu à tribuna para atacar os parlamentares que estão vistoriando os hospitais, mas acabou tendo uma surpresa desagradável. 
O deputado Marcos Caldas (PTdoB), pediu um aparte para denunciar que “a saúde pública do Estado trata-se de caso de polícia”.
Caldas denunciar que a população do interior do Estado está morrendo à mingua por falta de hospitais e que o governo do Estado não mostrar disposição para aliviar o sofrimento do povo humilde, que quando precisam se tratar são obrigados a correr para o Paiuí.
O folclórico suplente Magno Bacelar (PV), o “Nota de Dez” tentou defender o governo afirmando que a saúde do Maranhão “está as mil Maravilhas” e que o governadora vem fazendo a sua parte par mudar o quadro de caos.
Luciano Leitoa (PSB), depois da intervenção de Bacelar, usou a tribuna para parabenizá-lo pelo esforço que fez para tentar defender o indefensável. Lamentou o abandono do Hospital Alarico Pacheco, em Timon.   

1 comment on “Marcos Caldas diz que Saúde do Maranhão é caso de polícia”

  1. Macabeu disse:

    Só tenho duas palavras, para classificar esses Deputados, com raríssimas excessões, esta base do governo se resume em bandos de moleques e pusilânimes!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina