5 de dezembro de 2012

Redação: (98) 98205-4499

05/12/2012 -

Jorge Vieira -

Comente

Mandato de vereador eleito será contestado na Justiça

A composição da Câmara Municipal de São Luís poderá
ser alterada, caso seja confirmada a denúncia de falsidade ideológica contra o
vereador eleito Beto Castro (PRTB). Várias ações estão sendo preparadas contra
ele junto a Justiça Eleitoral por integrantes do próprio partido.  
O primeiro suplente de vereador do PRTB, Paulo
Roberto Pinto, o Carioca, por exemplo, entregou nesta manhã de quarta-feira (05)
à imprensa documentos comprovando que Castro possui dois CPF e teria conseguido
registrar a candidatura com documento falso.  
Os processos que estão sendo encaminhados ao Tribunal
Regional Eleitoral argumentam que o vereador eleito cometeu crime de falsidade
ideológica, por usar CPF’s diferentes
dependendo das circunstâncias.
Os problemas de Beto Castro ocorreram muito antes
das eleições 2012.  Em novembro de 2008 policiais
da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) prenderam Werbeth Machado
Castro dirigindo um Corsa utilitário com placa clonada de um Corsa GL. O inquérito até hoje não foi concluído.
No momento da prisão, o vereador eleito se
identificou como sendo Werbeth Machado Castro, mas ao encaminhar seu pedido de
registro à Justiça Eleitoral, identificou-se como sendo Werbeth Macedo Castro,
conforme consta no site do Tribunal Superior Eleitoral.
Especialistas em direito eleitoral ouvidos pelo
blog, no entanto, opinaram que o mesmo só perde o mandato se for condenado criminalmente em
um dos processos que responde, os demais delitos poderiam ser sanados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina