20 de outubro de 2017

Redação: (98) 98205-4499

20/10/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

Lobão reaparece para se explicar sobre a manobra para tirar R$ 160 milhões da saúde

Como um morcego que vive imerso na escuridão de uma caverna com medo da luz do dia, o senador Edison Lobão reapareceu das profundezas da Lava Jato para se explicar com o povo maranhense. Ele, João Alberto e Roberto Rocha manobram para tirar R$ 160 milhões da saúde nos municípios do Maranhão e desvia-lo para abastecer o consórcio que está sendo formado para tentar vencer o governador Flávio Dino em 2018.

Senadores querem descumprir acordo com a Famem firmado com a presença de mais de 100 prefeitos para abocanhar 50% dos R$ 160 milhões de emendas impositivas da Bancada Federal que seriam destinadas para investimentos na saúde, como a ampliação de leitos de UTI e centros de hemodiálises em todas as regiões do estado.

Eis que Lobão aparece para se explicar sobre o assunto, como se estivesse sido orientado pelo peixe maior a ir para cima de Dino, integrando o grupo que vai se formando, e que é composto pelos outros dois senadores, a prejudicar o Maranhão em detrimento de um projeto de poder que quer voltar a desfrutar das benesses do poder público.

Com palavras vazias, Lobão não explica absolutamente nada em relação a denúncia de retirar do povo maranhense os investimentos na saúde. Ele apenas se limita a criticar com inverdades e falatório o atual governo.

Em anos como senador, Edison Lobão nunca mostrou para que serve um, como seu hoje aliado Roberto Rocha dizia em tempos de campanha. Ele apenas é mais um apaniguado de José Sarney que serve como massa de manobra para os interesses oligárquicos e é contra o povo do Maranhão, como sempre foi.

Os maranhenses até estranharam a manifestação de Lobão, que sumiu do mapa desde que a Operação Lava Jato foi deflagrada. Ele, todos sabem, é um dos mais citados nos rolos que envolvem uma série de corruptos brasileiros.

Que moral Lobão tem de dizer que alguém está mentindo? Nenhuma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina