7 de dezembro de 2012

Redação: (98) 98205-4499

07/12/2012 -

Jorge Vieira -

Comente

Marlos Reis é premiado pela convenção da ONU

Juiz Marlon Reis, titular da 2ª Vara de João Lisboa
O
juiz maranhense Márlon Jacinto Reis, titular da 2ª Vara de João Lisboa, foi
premiado nesta sexta-feira (7), com o “Prêmio UNODC”, da Convenção das Nações
Unidas contra a Corrupção. A honraria se deu em razão da sua mobilização e luta
no combate à corrupção.
Márlon
Reis é integrante cofundador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral
(MCCE) e um dos idealizadores e redatores da Lei da Ficha Limpa. O prêmio da
Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, desde 2008, é concedido a
pessoas ou instituições que tenham contribuído significativamente no combate à
corrupção, levando em consideração práticas específicas do país que possam
contribuir para uma estratégia internacional.
Um dos
objetivos do prêmio é reforçar a ideia de que a mobilização deve partir de
todas as esferas da sociedade, seja da alta administração federal, como também
do cidadão comum. O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime
(UNODC) tem atuação no Brasil desde 1991 e trabalha sob três eixos: saúde,
justiça e segurança pública.
Sobre o
juiz – Márlon Reis é juiz maranhense, membro cofundador do Movimento de Combate
à Corrupção Eleitoral (MCCE); fundador e presidente da Associação
Brasileira de Magistrados, Procuradores e Promotores Eleitorais (Abramppe);
coidealizador e corredator da Lei da Ficha Limpa. 
O magistrado já foi vencedor
do Prêmio Innovare, o maior prêmio da Justiça brasileira.
Atuando
no MCCE, idealizou a Campanha Ficha Limpa, que coletou mais de 1,3 milhões de
assinaturas e deu origem à Lei Complementar nº. 135/2010,
popularmente conhecida como Lei da Ficha Limpa.
Com base
na Lei de Acesso à Informação, deu início ao movimento por transparência nas
contas eleitorais, defendendo que os políticos revelem os nomes de todos os
seus doadores antes das eleições. As medidas adotadas em sua zona de
competência inspiraram o TSE a adotar as exigências em nível nacional.
Reis
trabalha agora, juntamente com o MCCE, para ampliar os trabalhos já realizados
e dar início a campanha por uma Reforma Política de iniciativa popular, de
forma que as eleições se tornem um processo mais justo, igualitário e
democrático.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina