11 de julho de 2018

Redação: (98) 98205-4499

11/07/2018 -

Jorge Vieira -

0

Jornalistas ligados à Mirante passam vexame ao dizer que UemaSul não pode criar curso de Medicina

Até mesmo quem está acostumado com a falta de conhecimento e preparo de jornalistas e blogueiros ligados à TV Mirante fica surpreso com as “análises” e opiniões que costumam emitir. A mais nova delas é sobre a criação do curso de Medicina na UemaSul de Imperatriz, cuja lei foi aprovada pela Assembleia Legislativa no início deste mês.

Segundos esses “formadores de opinião”, seria tudo uma grande farsa do governo Flávio Dino, já que o Ministério da Educação (MEC) proibiu a criação de novos cursos de Medicina por um prazo de cinco anos.

Se eles tivessem dado um Google ou feito um simples telefonema à UemaSul ou ao Ministério da Educação, escapariam de um novo vexame.

Eles teriam ouvido a seguinte explicação: a UemaSul é uma universidade estadual. As universidades estaduais não foram abrangidas pela resolução do MEC com relação aos cursos de Medicina. A implantação de cursos na esfera estadual está ligada ao Conselho Estadual de Educação (CEE), que é o órgão regulador do ensino superior no estado do Maranhão.

Ou seja, o MEC não tem nada a ver com a criação do curso de Medicina na UemaSul. Diferentemente das universidades federais e particulares, que estão regidas pelo MEC, a criação dessa nova graduação depende somente da autorização do CEE.

1 comment on “Jornalistas ligados à Mirante passam vexame ao dizer que UemaSul não pode criar curso de Medicina”

  1. José Araújo disse:

    Creio que o motivo não seja falta de conhecimento, mas sim pura maldade, é pra criar embaraço na cabeça das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina