19 de junho de 2017

Redação: (98) 98205-4499

19/06/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

João Alberto diz que aguardará decisão do STF sobre pedido de prisão de Aécio

João Alberto quer o apoio dos tucanos em 2018

O senador João Alberto (PMDB), presidente do Conselho de Ética do Senado, segundo informações do jornal O Globo, disse nesta segunda-feira (19) que vai aguarda a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre o pedido de prisão de Aécio Neves (PSDB), solicitada pelo Ministério Federal, para depois tomar uma posição sobre a representação pedindo a cassação do senador mineiro formulada pelo líder da REDE, senador Randolfe Rodrigues.

O Caso será analisado nesta terça-feira (20) pela Primeira Turma da Corte. Conforme revelou o Globo, caso o STF mantenha Aécio solto, o presidente do Conselho poderá decidir sozinho pelo arquivamento do processo. Caso a corte determine a prisão, João Alberto aguardará a posição do plenário do Senado sobre o caso. A posição do senador é a seguinte: se for negada a prisão ele mesmo manda arquivar a representação contra Aécio, caso seja atendido o pedido do MPF, João Alberto lava as mãos e coloca a questão para ser resolvida pelo plenário da Casa.

O senador maranhense, embora ocupe a presidência do Conselho de Ética do Senado, não é muito chegado a práticas éticas. Quando governador do Maranhão confessou, durante uma entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, que seu governo teria sido apenas 90% honesto.

João Alberto, que atende pelo apelido de “Carcará”, é um aliado fiel do ex-presidente José Sarney, que não deseja qualquer tipo de atrito com o PSDB, pois sonha com a possibilidade de ver os tucanos no palanque da ex-governadora Roseana Sarney, caso ela tenha coragem de concorrer ao governo em 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina