Flávio Dino descarta 2012 e defende unidade das oposições em 2014 – Jorge Vieira

5 de novembro de 2011

Redação: (98) 98205-4499

05/11/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Flávio Dino descarta 2012 e defende unidade das oposições em 2014

O presidente da Embratur, Flávio Dino, praticamente descartou sua candidatura a prefeito de São Luís ao discursar esta manhã, no Congresso Estadual do PPS, como pré-candidato ao Governo do Estado. Dino deixou claro que não pretende entrar na disputa, dirigindo toda a sua oratória para clamar pela unidade das oposições em 2014.

Segundo Flávio Dino, os 217 municípios estão unidos neste sentimento de mudança “porque já perceberam que a Refinaria Premium e o gás de Capinzal do Norte não existem e que os 72 hospitais prometidos não funcionam”.
Ao final do pronunciamento, para que ninguém tivesse mais dúvidas quanto às suas pretensões em 2012, Dino olhou para a mesa onde estavam os pré-candidatos Roberto Rocha (PSB), Tadeu Palácio (PP) e Eliziane e disse: “o futuro prefeito está nesta mesa e o futuro governador está nesta mesa também”.

Bastante festejado no evento do PPS, Flávio Dino relembrou os tempos de campanha em 2006 quando fez dobradinha com Eliziane Gama e os dois se elegeram deputado federal e estadual respectivamente.
O presidente da Embratur disse que estava ali renovando os votos de casamento e fez um apelo para que os candidatos a prefeito e vereador pelo partido façam campanhas vitoriosas “porque serão vocês que levarão nossa mensagem em 2014”, enfatizou sob aplausdos dos congressistas.
Dizendo falar em nome das executivas municipal, estadual e nacional, o ex-prefeito Tadeu Palácio anunciou que o PP também vai compor em 2014 “com o grupo que possa fazer as transformações no Estado”.
Palácio defendeu a unidade dos partidos do campo de oposição para, segundo ele, retomar o poder. 
“Nós temos que ser claro e transparente para construir o grande projeto que é a retomada do poder”, defendeu, já lançando a candidatura de Flávio Dino ao governo.  
O presidente municipal do PSB, ex-deputado Roberto Rocha, pré-candidato a prefeito, defendeu que os partidos de oposição apresentem alternativas ao eleitorado de São Luís.
Para Rocha, o importante é saber como ajustar 2012 sem perder o foco em 2014. Ele defende a presença do PSDB na aliança que pretende manter acessa a chama da mudança.     
Pela manifestação dos líderes partidários presentes ao Congresso Estadual do PPS, a unidade das oposições é possível. Afonso Salgado, secretário do PSDB, falando em nome do presidente Carlos Brandão, ressaltou a possibilidade dos tucanos participarem da grande aliança em 2014. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina