20 de fevereiro de 2015

Redação: (98) 98205-4499

20/02/2015 -

Jorge Vieira -

Comente

Fapema divulga lista de bolsistas beneficiados no mês de janeiro

Para dar
mais transparência ao conjunto de suas ações, a Fundação de Amparo à Pesquisa e
ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema)
disponibilizou, nesta sexta-feira (20), por meio do portal da instituição – www.fapema.br,
a lista de bolsistas beneficiados por editais vigentes e que foram pagos em
janeiro deste ano. A divulgação da lista aconteceu durante coletiva de imprensa
com a presença do secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior,
Bira do Pindaré, e do presidente da Fapema, Alex Oliveira.

O
secretário afirmou que, embora essa seja uma medida simples, é extremamente
necessária porque tem relação direta com a transparência, exatamente como
indica a diretriz do governador Flávio Dino. “Nós estamos aqui cuidando de
interesses que dizem respeito a toda a população do Maranhão, então é preciso
que todos os nossos atos sejam devidamente divulgados a fim de que a sociedade
possa acompanhar o processo, e, desta forma, possamos cumprir com a nossa
finalidade”, disse.

A
política principal da Fapema é exatamente a concessão de bolsas que visa
fortalecer o desenvolvimento da ciência e tecnologia no estado. E, para isso,
vamos adotar, a partir de agora, com firmeza, a divulgação de todos os
bolsistas para que qualquer cidadão tenha conhecimento de quem são essas
pessoas, que programas elas estão vinculadas, quais editais elas participaram;
para que não haja nenhuma dúvida na concessão das bolsas”, enfatizou Bira do
Pindaré.

O
presidente da Fapema informou que, daqui em diante, a lista com os nomes dos
beneficiados com bolsas da fundação será divulgada até o dia 10 de cada mês.
Segundo Alex Oliveira, somente em janeiro, foram pagas 997 bolsas, totalizando
recursos superiores a R$ 900 mil.

O número
de bolsistas deverá variar mensalmente de acordo com a validade das bolsas e
com a oferta de novos editais. “As bolsas de iniciação científica, por exemplo,
têm validade de um ano, as de mestrado de dois anos e as de doutorado de quatro
anos”, explicou o presidente. Alex destacou ainda que a concessão de bolsas é
feita por meio das chamadas públicas dos editais da fundação e pelas cotas das
universidades que são destinadas aos cursos de graduação e de pós-graduação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina