17 de julho de 2017

Redação: (98) 98205-4499

17/07/2017 -

Jorge Vieira -

(1)

Em depoimento à polícia, deputado Edilázio diz que não transferiu R$ 123 mil a desembargadora Nelma Sarney

Blog O Informante – O pedido do Ministério Público Estadual para quebrar o sigilo bancário da desembargadora Nelma Sarney, tem a ver com uma informação da ex-gerente do banco Bradesco, Raimunda Célia Moraes de que um depósito de R$ 123 mil teria sido feito pelo deputado estadual e genro da desembargadora Edilázio Júnior. O juiz Clésio Cunha negou o pedido do MP na semana passada.

Em depoimento ao delegado da Polícia Civil, Leonardo Bastian Fagundes, o parlamentar do PV nega que tenha feito “transferência e/ou depósitos bancários de sua conta para a conta da desembargadora”, no banco Bradesco.

O depoimento de Edilázio Júnior tem apenas uma página. O delegado Leonardo Bastian Fagundes ouviu o deputado em 6 de junho do ano passado. Dois meses antes, ele também ouviu a desembargadora Nelma Sarney.

 

 

3 comments on “Em depoimento à polícia, deputado Edilázio diz que não transferiu R$ 123 mil a desembargadora Nelma Sarney”

  1. Macabeu disse:

    Que dinheiro é esse?, que história é essa, que historia nebulosa, como e porque surgiu essa historia, a quem interessa possa, qual o motivo desse post, aparecer assim de repente, qual a motivação dessa notícia. Tem que ter uma razão.
    Vou esperar mas detalhes. E não vou recorrer a Roberto Carlos

  2. Ribeiro disse:

    Quem acredita neste deputado ? nem a mãe dele.

  3. Antonio Carlos disse:

    Nem sobre tortura, o genrinho vai confessar que gez o depósito, é porisso que o juiz Clésio Coelho Cunha, nao deu a quebra do sigilo da desembargadora Nelma Sarney, ia por tudo a perder.
    Ta na cara, como “papeira”, isto é dinheiro de agiotagem, ” mais de cemzim”, não se anda achando todo dia. Ele o deputado se encarregou de emprestar o dinheiro, recebeu e depositou com tudo, capital + juro. Ele é doido de dizer que depositou.
    Isso envolve uma máfia da agiotagem, agem com os poderes, tudo sincronizado.
    Não se combate uma ORCRIM com a facilidade que uns leigo pensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina