18 de maio de 2018

Redação: (98) 98205-4499

18/05/2018 -

Jorge Vieira -

Comente

Efeitos da dupla Temer/Sarney: 27,7 milhões de trabalhadores sofrem com falta de emprego

Na segunda-feira (14), durante cerimônia para celebrar o que chamou de “grandes feitos” de seu governo em dois anos, Michel Temer enalteceu a reforma trabalhista chamando de conquista dos trabalhadores e disse que o emprego estava de volta.

Mas a realidade desmontou a farsa de Temer. Dados de uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que falta trabalho para 27,7 milhões de brasileiros.
Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) trimestral e mostram como está o Brasil real, após o golpe de 2016.

Segundo o levantamento, a taxa de subutilização da força de trabalho ficou em 24,7% no 1º trimestre de 2018, a maior da série histórica da PNAD Contínua, iniciada em 2012. O contingente de subutilizados também é o maior já registrado pela pesquisa.

A taxa de desemprego no país subiu para 13,1% no 1º trimestre, atingindo cerca de 13,7 milhões de brasileiros, sendo que os principais atingidos são negros e mulheres.

Segundo a pesquisa, a taxa de desemprego dos que se declararam brancos ficou em 10,5% no 1º trimestre, abaixo da média nacional (13,1%), enquanto a dos pretos (16,0%) e a dos pardos (15,1%) ficou acima.

Esses números só demonstram o fracasso dos dois anos do governo Temer, que possui como principal conselheiro o ex-presidente José Sarney. Juntos, em pouco tempo, eles estão conseguindo afundar o Brasil como se tinha visto da última vez exatamente quando Sarney foi presidente, no final dos anos 1980.

Talvez se Michel Temer trocasse de conselheiro as coisas mudassem um pouco…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina