5 de janeiro de 2013

Redação: (98) 98205-4499

05/01/2013 -

Jorge Vieira -

Comente

Prefeitura começa controlar a crise financeira

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior
(PTC) começa a controlar a crise provocada pela irresponsabilidade do
ex-prefeito João Castelo (PSDB), que deixou o comando do município sem pagar o
salário dos servidores referente ao mês de dezembro e com uma dívida em restos
a pagar e com o INSS da ordem de quase R$ 1 bilhão.
 A partir da próxima segunda-feira (7), segundo
anunciou o secretário de Educação, Alan Kardec, a Prefeitura de São Luís já vai
pagar o salário de 5.726 docentes da rede municipal de ensino, referente ao mês
de dezembro, com recurso do FUNDEB – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da
Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação . 
O pagamento deste importante setor do
funcionalismo municipal está sendo priorizado em função da disponibilidade de
recurso do Fundeb. Os demais servidores deverão ter o salário de dezembro pago
em três parcelas, a partir do dia 11 próximo.
O cenário encontrado
no setor financeiro do município é de terra arrasada, conforme definiu o
próprio prefeito Edvaldo Holanda Júnior (PTC), mas a secretária a Fazenda,
Sueli Bedê, está otimista e acredita que terá condições de revigorar asa
finanças da prefeitura.  
Em entrevista coletiva na manhã de
sexta-feira (4), Bedê alertou que, “apesar dessa situação, começamos a
trabalhar duro na Secretaria Municipal da Fazenda. Vamos arrumar a casa, para
atender melhor ao cliente-contribuinte”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina