8 de Maio de 2015

Redação: (98) 98205-4499

08/05/2015 -

Jorge Vieira -

Comente

Duplicação da BR-135: Braide diz que Denit zomba dos maranhenses

O deputado Eduardo Braide (PMN) criticou, na sessão
desta quinta-feira (7), a nota oficial divulgada pela Superintendência Regional
do Dnit no Maranhão acerca das obras de duplicação da BR-135. Segundo o
parlamentar, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit)
efetivamente paralisou as obras da rodovia no Estado.

Ao destacar os esforços que vêm sendo feitos, na
Assembleia Legislativa, para a retomada das obras, Eduardo Braide lamentou o
teor da nota lançada pelo Dnit. “Trata-se de uma nota completamente dissociada
da realidade. Divulgar uma nota como essa é zombar da inteligência dos
maranhenses e de um dos sentidos mais primordiais do ser humano, que é a visão.
Qualquer pessoa que passa e sai de São Luís para se deslocar na BR-135 sabe que
lá não tem obra nenhuma”.

Em seu discurso, o deputado fez um apelo para que
cada maranhense seja fiscal desta obra, para que o Dnit não tenha mais a
coragem de emitir outra nota como a que divulgou agora.

Na nota publicada na quarta-feira (6), a Superintendência
Regional do Dnit garante que as obras de duplicação da BR-135 não estão
paralisadas, estão apenas em ritmo mais lento devido ao período chuvoso, no
qual intensas chuvas atingiram a região do primeiro trecho da duplicação da
rodovia (entre Estiva e Bacabeira) provocando a redução dos serviços neste
trecho.

O deputado Eduardo Braide revelou que, em recente
conversa telefônica com o superintendente do Dnit no Maranhão, Gerard
Fernandes, este lhe havia informado sobre a paralisação das obras e sobre a
desmobilização do canteiro de obras, explicando que isto já estava previsto por
conta do período de chuva e que foi agravado pela falta de pagamento para a
empresa que havia vencido a licitação.

Além disso, segundo Braide, o governo federal determinou
o contingenciamento de recursos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) da
ordem de sete bilhões de reais, que atingiu todas as obras que recebem
investimentos dos recursos deste Plano.

“A conversa que tive com o superintendente
inclusive foi uma conversa muito boa, amena, onde disse para ele a nossa
intenção, da Assembleia Legislativa, é de contribuir, que era exatamente de
mobilizar a classe política no sentido de haver um contato direto com a nossa
bancada federal. O que já aconteceu, tendo em vista que a bancada federal,
inclusive já se reuniu tanto com o vice-presidente, Michel Temer como também
com o ministro dos Transportes para reaver, o mais rapidamente, a questão do
pagamento da empresa”, frisou Eduardo Braide.

Ele foi enfático ao frisar que a nota divulgada
pela Assessoria de Comunicação da Superintendência do Dnit causou-lhe surpresa
e indignação. “Neste caso o Dnit não tem cumprido nem com sua palavra e nem com
o que está escrito. Não cumpre com a palavra porque o superintendente me diz
uma coisa, e a Assessoria de Imprensa diz outra, e não cumpre com o que está
escrito porque não cumpriu com o prazo estabelecido no contrato assinado com a
empresa, determinando que essa obra tinha que ter terminado em setembro do ano
passado”, ressaltou Eduardo Braide. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina