2 de setembro de 2011

Redação: (98) 98205-4499

02/09/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Dirigente nacional do PSB vem ao Maranhão definir sobre pré-candidatura Roberto Rocha

Uma reunião realizada em Brasília, na noite de quinta-feira (01.09), envolvendo o primeiro secretário nacional do PSB, Carlos Sirqueira, o presidente da executiva regional, José Antonio Almeida, e Luana Alves, esposa do deputado federal Ribamar Alves e integrante do diretório estadual, definiu que semana que vem será resolvida a questão da sucessão interna no comando da legenda na capital para que o ex-deputado Roberto Rocha possa falar e se apresentar ao eleitorado como pré-candidato do partido à sucessão municipal em 2012.
O primeiro passo, segundo adiantou o deputado Ribamar Alves, será entregar a presidência do diretório municipal de São Luís para o ex-deputado articular sua candidatura como representante oficial do PSB. Atualmente, Maurício Almeida, filho do presidente regional, José Antonio Almeida, é quem responde pela comissão provisória municipal.
“Com todo respeito que tenho pelo Maurício Almeida, sinceramente, digo isso até com certo constrangimento, ele não tem estatura para comandar o processo de discussão sobre alianças para as eleições. Roberto precisa assumir, de fato, o comando da legenda para deflagrar as articulações”, defende Ribamar Alves.
Para o parlamentar federal, as declarações de dirigentes locais sobre candidatura própria em nada ajuda e só prejudica o pré-candidato, pois sempre aparece alguém afirmando que a questão sucessória interna ainda não está definida, quando há uma determinação da executiva nacional para que o candidato seja Roberto Rocha.
“Conversei esta semana com o presidente nacional do partido, governador Eduardo Campos, ele me disse que só tem uma palavra: a candidatura de Roberto está mantida. Mas para que isso aconteça, na prática, ele tem que assumir com a máxima urgência o comando do partido na capital”, defende.
Carlos Sirqueira, braço direito de Eduardo Campos, deve chegar a São Luís no decorrer da próxima semana para resolver a pendência do diretório municipal e entregar à Roberto Rocha a missão de representar a legenda na sucessão municipal.
A partir deste mês, o PSB levará ao ar sua propaganda eleitoral na mídia eletrônica e  destinará 80 por cento das inserções ao pré-candidato. Com isso, espera que a candidatura ganhe fôlego perante o eleitorado da capital.
Segundo Ribamar Alves, a demora em resolver a pendência do diretório de São Luís é motivada pelo desejo do presidente José Antonio Almeida em levar o partido para uma coligação com o prefeito João Castelo (PSDB), quando existe uma determinação da executiva nacional pelo lançamento da candidatura Roberto Rocha.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina