28 de dezembro de 2012

Redação: (98) 98205-4499

28/12/2012 -

Jorge Vieira -

Comente

Diretório estadual do PPS retira Eliziane da presidência

Diretório estadual do PPS, reunido na noite de ontem, deu bilhete azul para a deputada Eliziane Gama

O diretório estadual do PPS
reuniu na noite de ontem (27) e decidiu, por unanimidade, eleger o deputado
federal Simplício Araújo como novo presidente do partido e recompor a executiva
com os suplentes José de Albuquerque Júnior (Catulé) e Manoel Lima de Melo
Filho.

A decisão recolocou a deputada estadual
Eliziane Gama na vice-presidência, embora a mesma continue se recusando a
aceitar o resultado da reunião que contou com as presenças de 30 dos 48
integrantes do diretório regional.
Embora não estivesse presente, a
atitude da parlamentar em se autoproclamar presidente do partido, atropelando o
estatuto, foi duramente criticada por todos os presentes. A parlamentar, hoje,
não tem condições sequer de comandar uma reunião da legenda.
A proposta da deputada de organizar uma
terceira via para disputar a sucessão estadual em 2014 foi reprovada por unanimidade.
Para o novo presidente Simplício Araújo, apostar em terceira via é fazer o jogo
de quem está no poder.
Da mesma opinião participa o
deputado Othelino Neto. Ele defendeu ainda que se Eliziane continuar insistindo
em retirar o PPS do bloco da oposição no Poder Legislativo, o diretório será novamente
convocado para decidir de forma democrática.
O ainda vereador e presidente do
diretório municipal, Vieira Lima, lamentou que a parlamentar fuja das
discussões internas e leve todos os problemas do partido para ser decido em
Brasília.
“Para evitar que o diretório
estadual seja transferido para Brasília é que voto em Simplício para presidente”,
disse Vieira Lima, numa referência às atitudes da parlamentar que sempre
recorre ao presidente nacional Roberto Freire para resolver problemas locais.
Para Othelino Neto, a ausência de
Eliziane na reunião do diretório revela que ela não tem mais interesse em
presidir o partido ou acredita que resolverá tudo com Roberto Freire. Ele disse,
no entanto, acreditar que a executiva nacional vai manter o resultado do
encontro.
Embora insista em se apresentar
como presidente da legenda, a verdade é que a deputada não tem mais clima
sequer de participar de reunião do partido. Suas teses divergem do que pensa a
grande maioria dos dirigentes e a confiança nela deixou de existir a muito
tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina