20 de setembro de 2017

Redação: (98) 98205-4499

20/09/2017 -

Jorge Vieira -

Comente

Crise no ninho tucano pode deixar partido sem base no Maranhão

Sérgio Frota, Neto Evangelista e Carlos Brandão estão contra Madeira e seu aliado Roberto Rocha

A crise chegou no ninho dos tucanos junto com o notícia da filiação do senador Roberto Rocha, o popular “Asa de Avião”. E vem tomando contornos que pode esvaziar definitivamente o partido no Maranhão, colocando por terra todo o trabalho que levou a legenda, sob o comando do vice-governador Carlos Brandão, se instalar em todos os municípios do Estado, tendo saído da última eleição municipal com 30 prefeitos eleitos, outros tantos vice, e representantes na grande maioria das Câmaras Municipais.

Em entrevista ao blog do jornalista Gilberto Leda, o presidente estadual do PSDB partiu pra cima do ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, um tucano de bico mole que defende a candidatura de Rocha ao Governo em 2018 e consequentemente o afastamento do palanque do governador Flávio Dino. Madeira foi duramente criticado por não se importar com o crescimento da legenda no Maranhão e jogar contra os interesses do partido.

Ainda nesta manhã de quarta-feira (20), o blog do Kiel trás uma entrevista do deputado tucano Sérgio Frota se colocando a favor da continuidade da aliança com o governador Flávio Dino, o que só revela o ambiente que espera o senador, que foi expulso do PSB por infidelidade e que deseja agora se apoderar do PSDB para por em prática seu plano de ser candidato ao governo do Estado ano que vem. O projeto, no entanto, conflita com os atuais dirigentes da sigla no Maranhão.

O secretário de Desenvolvimento Social, deputado estadual Neto Evangelista, também já confirmou ao titular do blog do Jorge Vieira, que não fica se o partido for entregue ao senador.

O parlamentar, que não foi sequer comunicado sobre o ingresso do senador “Asa de Avião”, sentiu-se desprestigiado e externou sua indignação ao afirmar: “Não fui consultado, não sei se deputado estadual é importante pro PSDB”, disse ao ser questionado sobre a filiação de Roberto Rocha.

Parlamentar integrante da base do Governo, Sérgio Frota garante que seguirá firme com o projeto de reeleição do governador e adianta: “Sou da base do Governo Flávio Dino, e aconteça o que acontecer eu seguirei minha postura que é de apoiar o governador”. E completou: “Se ele (Roberto Rocha) vier, vou ter que pensar com calma se deixo o partido ou não. Estou a cinco anos nos PSDB, e tenho um carinho muito grande por todos”, observou.

Segundo Carlos Brandão tem afirmado nos bastidores da política local, caso o partido seja entregue a Roberto Rocha, haverá uma debandada geral de prefeitos, vereadores e lideranças políticas que não concordam com a mudança de rumo da legenda no Maranhão, onde o partido tem se beneficiado da aliança dom o governador. Ele deve reunir ainda esta semana com a executiva nacional para saber com quem ficará a legenda no Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina