26 de novembro de 2011

Redação: (98) 98205-4499

26/11/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Coronéis vão tomar o comando da Polícia Militar de Franklin Pacheco

Os coronéis da Polícia Militar já não reconhecem mais o Comando de Franklin Pacheco e vão pedir que ele desocupe o cargo, por absoluta falta de competência, na próxima segunda-feira, às 9h, durante reunião que acontecerá na sede  da corporação, no retorno do Calhau.
A informação foi passada agora a pouco ao blog por um dos principais líderes do movimento que paralisou as atividades da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Segundo a fonte fidedigna, dezessete dos dezoitos coronéis vão exigir que Franklin Pacheco renuncie e caso ele não aceite renunciar irão tomar o comando da tropa, o que vai provocar uma crise institucional.
O Perguntei a fonte ( não revelo o nome para evitar perseguição) como se dará a tomada do comando da tropa, em caso de recusa do Comandante entregar o cargo, e ele respondeu que os coronéis não assumir o comando e ignorar sua existência. “O que vai acontecer não se sabe, a crise institucional vai ser criada se ele não renunciar”, adiantou.
A tentativa de prisão dos líderes aumentou a adesão ao movimento. Hoje mais duas corporações do interior do Estado se apresentaram ao comando da paralisação para informar sobre a adesão. Em Pindaré Mirim, o pessoal do 7º Batalhão, cerca de 200 homens, trancaram o Quartel e se declararam em greve.  O mesmo ocorreu com São Luís Gonzaga.
  
  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina