18 de dezembro de 2012

Redação: (98) 98205-4499

18/12/2012 -

Jorge Vieira -

Comente

Bira vai pedir ao MP cancelamento da tarifa de esgoto

Em contundente discurso, na manhã desta terça-feira
(18), o deputado Bira do Pindaré (PT) anunciou que ingressará com uma
representação no Ministério Público pedindo o cancelamento da tarifa de esgoto
para os moradores de São Luís.

O parlamentar justifica-se lembrando que a cobrança
da tarifa de esgoto é absolutamente ilegal. Pois não existe serviço de
tratamento de esgoto na ilha de São Luís. “Não há serviço de esgoto; se não há,
por que pagamos? Ao invés de cobrar o serviço que não é feito do consumidor, o
governo do Maranhão deveria fazer investimentos com os impostos que arrecada.
Infelizmente o governo não faz isso e aí quem paga a conta é o povo”,
protestou.

Também chamou a atenção do petista o valor
destinado pelo Governo do Estado para o abastecimento de água no Maranhão em
2013. O Orçamento do ano de 2013 prevê apenas R$ 1,5 milhão para o fornecimento
de água, valor menor que as emendas de cada um dos parlamentares e que a
perfuração de alguns poços artesianos.

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão
(CAEMA) anunciou, na última semana, um aumento de até 38% na tarifa de água e
esgoto, o que provocou debates acalorados na Assembleia Legislativa. O
principal ponto da revolta de Bira é o fato de um Orçamento de R$ 13 bilhões
destinar apenas R$ 1,5 milhão para o abastecimento de água, considerando-se que
não existe tratamento de esgoto na ilha de São Luís.

Os deputados Marcelo Tavares (PSB), Rubens Júnior
(PC do B) e Eliziane Gama (PPS) contribuíram com o debate. Marcelo denunciou
repasses de mais de R$ 2 milhões para fazer abastecimento d’água em associações
sem preparo técnico, como Clube de Mães.

O deputado Rubens Jr destacou que o aumento da
tarifa de água não trouxe nenhum beneficio para a população de São Luís. Para
ele, o serviço é precário e de péssima qualidade.

“Qual foi à melhoria que teve a partir do primeiro
aumento? Nenhuma melhoria; e o governo acha por bem ir lá no bolso do
contribuinte, ir lá no bolso do consumidor e pegar mais um pouquinho de
dinheiro, batendo o recorde de arrecadação, batendo o recorde de
endividamento”, criticou o comunista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar

Nossa pagina