11 de julho de 2011

Redação: (98) 98205-4499

11/07/2011 -

Jorge Vieira -

Comente

Bira reitera resistência petista à oligarquia

O deputado Bira do Pindaré (PT), ao participar no último sábado do 1º Seminário da Resistência Petista – defendeu que o campo dentro do partido dos trabalhadores, que agrega as tendências democráticas contrarias a aliança do PT com Sarney, mantenham-se firme em sua posição contra a oligarquia.
O evento foi realizado na sede do Sindicato dos Bancários, com a temática: “Construindo uma estratégia para o PT-MA”, contou com a presença de lideranças regionais e Nacionais. Compareceram ao debate Augusto Lobato (vice-presidente do PT-MA), Silvio Bebem (PT-MA), Renato Simões (Secretario Nacional de Movimentos Populares do PT), Bira do Pindaré (Dep. Estadual), Terezinha Fernandes ( ex – Dep. Federal), Janete (Coletivo Reboliço), Marlon (Reage PT), Marcelino Galo (Dep. Estadual PT-BA), Genilson Alves (executiva nacional PT) e Manoel da Conceição (Presidente de honra do PT-MA).
Na reunião foi feita uma analise da conjuntura política do PT nacional em paralelo com a realidade do Maranhão. Renato Simões comentou as principais ações políticas do Governo Dilma. “O governo foi derrotado pela própria base aliada nas questões do Kit anti-homofobia e do novo plano ambiental”, criticou.
O deputado estadual da Bahia Marcelino Galo condenou o modelo imposto pelo PT nacional no Maranhão. De acordo com ele, a presença do Presidente Lula foi decisiva na vitória de Jaques Wagner, e consequente, derrocada do modelo oligarca Carlista (ACM). “Lula ajudou muito na Bahia e deveria ter feito o mesmo aqui. Esses modelos oligárquicos só trouxeram miséria ao povo do Maranhão e da Bahia”, sentenciou o deputado.
Uma carta/manifesto foi elaborada a partir do seminário e nela foram elencadas as principais decisões, assim como, um calendário com as próximas atividades da Resistência Petista. A carta anunciou algumas Pré-candidaturas a prefeituras do Maranhão (Bira do Pindaré em São Luís, Arnaldo Colaço em São José de Ribamar, Genilson Alves em São Mateus, entre outros). Ficou reafirmada a luta contra o sistema oligárquico que domina e empobrece o MA. O alinhamento com os movimentos sociais, fortalecendo o PT em sua base e voltando a sua origem de lutas populares. Também foi formada uma coordenação com representantes de todas as tendências e independentes deste campo social do PT.
Bira ressaltou a importância da Resistência Petista e da luta contra as oligarquias e no Brasil e no Maranhão. “Este modelo hegemônico de oligarquia fez muito mal ao Maranhão, é um modelo ultrapassado que não mostrou resultados benéficos ao povo maranhense. Temos o maior número de miseráveis, proporcionalmente falando, estamos em último lugar no desenvolvimento humano e ainda vivemos em casa de taipa. Isso tem que acabar, esse grupo do PT traz idéias novas, com gente nova disposta a lutar por um Maranhão mais justo e livre das oligarquias”, declarou Bira do Pindaré.              

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina