16 de Abril de 2015

Redação: (98) 98205-4499

16/04/2015 -

Jorge Vieira -

Comente

Andrea Murad, Ricardo e Roseana Sarney são reincidentes do mesmo crime

Andrea desembarca em São João dos Patos em helicóptero pago pela SES

Blog Marrapá
– O uso irregular de helicóptero por
membros da oligarquia Sarney Murad tem dado o que falar nos bastidores da
política. A comprovação de que a filha de Ricardo Murad se elegeu usando um
helicóptero que seria destinado a transporte de pacientes em estado grave no
Maranhão chocou a sociedade, mas é mais grave quando se lembra dos absurdos que
essas mesmas famílias são usuárias assíduas desse tipo de ilegalidade.

Quem não lembra que, para se eleger
em 2010, além de desvio de verbas públicas para comprar apoio político, Roseana
Sarney também usou aeronaves da empresa PMR para sobrevoar o Maranhão em sua
milionária. Paga pelo povo.

A PMR é uma empresa de transporte
aéreo do Rio Grande do Sul, que locava um helicóptero para o Governo do Amapá,
por indicação do então senador José Sarney. A partir daí, com a volta de
Roseana para o Governo, a empresa passou a abocanhar nada menos que R$ 15
milhões por ano no Maranhão.

Roseana chegou a ser flagrada voando
num desses helicópteros na campanha de 2010, aeronave que era pilotada por um
capitão da PM. Outro ato de uso da estrutura do Estado para uso eleitoral.

Tudo isso tem nome: Improbidade
administrativa, definição de crime contra o patrimônio público. O que não é
nenhuma novidade para os maranhenses que conhecem bem esse enredo, repetido a
cada dois anos pelo mesmo grupo.

Andrea Murad é .apenas mais um membro da oligarquia
reincidente no crime de improbidade administrativa usando o dinheiro público do
povo para manter seus privilégios no poder. Até quando os órgãos de investigação
do Estado vão continuar de olhos vendados para as acrobacias muradianas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Nossa pagina