Logo Blog
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz

Analista adverte para as arbitrariedades de decisões do STF

Provavelmente inspirado na decisão do Supremo Tribunal Federal que adiou o julgamento do processo em que a defesa do ex-presidente Lula questiona a parcialidade do ex-juiz Sérgio Moro e pede sua liberdade, o Doutor em Ciências Sociais, professor universitário e membro da Comissão da Verdade de Minas Gerais, Robson Sávio Reis Souza, relembra as arbitrariedade cometidas pelo STF e observa que a Suprema Corte “sempre esteve a serviço da Casa Grande e não necessariamente da Constituição”. O alerta, publicado em sua coluna no site 247, foi feito àqueles que acreditam e confiam no Supremo.

Para os que confiam e acreditam no Supremo

“A mais alta corte a justiça, vergonhosamente, dormiu em berço esplêndido enquanto uma quadrilha, uma imensa organização criminosa (segundo Joesley), arquitetava, consolidava e impunha um golpe em 2016”, diz o colunista Robson Sávio Reis Souza; analista elenca decisões do STF desde os anos 30 e bate duro na Corte.

PARA OS DEVOTOS DO tribunal a serviço da Casa Grande e não, necessariamente, da Constituição, não custa nada lembrar alguns fatos abençoados pela mais alta corte da “justiça” de nosso país:

– em 1936, o STF negou habeas corpus a Olga Benario Prestes, permitindo que ela fosse deportada para a Alemanha nazista, onde viria a ser assassinada;

– em 1967, negou o pedido de extradição do carrasco Franz Paul Stangl para ser julgado na Polônia;

– em 1946, desconheceu o recurso contra a cassação do registro do Partido Comunista do Brasil e o PCB foi fechado em plena democracia;

– em 1947, negou recurso contra a cassação dos mandatos dos parlamentares do PCB, permitindo a anulação dos direitos políticos de Luiz Carlos Prestes, Jorge Amado, Carlos Marighella, entre outros.

O STF conviveu pacificamente com o golpe militar de 1964;

– Também, em 1964 mandou emissário para parabenizar Magalhães Pinto pelo movimento golpista.

– foi conivente ao AI 5, em 1968; – em 1971, sancionou o decreto 1.077/70, que estabelecia a censura prévia; – ratificou a malfadada lei da anistia;

– aceitou e abençoou o confisco da poupança por Collor, em 1990.

Em 1999, mandou soltar o banqueiro Salvatore Cacciola;

– em 2008, libertou o banqueiro Daniel Dantas;

– em 2011, libertou o médico estuprador Roger Abdelmassih. (Enquanto isso, nossas prisões estão abarrotadas, com quase a metade dos possíveis infratores sem uma sentença definitiva).

Em 2016, o Supremo assistiu um juizeco de piso grampear a presidenta e divulgar o áudio na #Globogolpista e se curvou à ilegalidade.

E para terminar essa pequena lista de proezas, a mais alta corte a justiça, vergonhosamente, dormiu em berço esplêndido enquanto uma quadrilha, uma imensa organização criminosa (segundo Joesley), arquitetava, consolidava e impunha um golpe em 2016.

Hoje, a justiça brasileira está mais na condição de ser sentenciada do que proferir sentenças.  #ComOSupremoComTudo

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

RADIO

Rádio Timbira Ao Vivo

Buscar

Mais Lidas

Eleições 2020: Pré-candidatos correm para definir pendências partidárias
Prefeitura de Paço do Lumiar disponibiliza call center para marcação de consultas
Extinção de municípios sofre rejeição no Congresso
Ana Léa Coelho, presidente do Sindicato dos Enfermeiros, é denunciada ao MPT
aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz